Novo código penal.

O novo código penal já estará em votação no Senado Federal, e pretende, caso aprovado:


-REDUZIR A IDADE MÍNIMA DO ESTUPRO PRESUMIDO DE 14 PARA 12 ANOS
Estupro presumido é o sexo com indivíduos de idade inferior àquela de consentimento (atualmente até 14 anos) isso é considerado abuso sexual, e por isso é crime,

(INCENTIVO À PEDOFILIA) com a redução da idade, ficará estabelecido que adolescentes a partir dos 13 anos poderão ter relações sexuais com pessoas de maior idade (+18) sem que isso (caso seja consentido) seja considerado um crime.

-DESCRIMINALIZAR O USUÁRIO DE DROGAS QUE FOR ENCONTRADO COM 'PORÇÕES' PARA ATÉ CINCO DIAS DE USO E/OU QUE TENHA PLANTAÇÃO EM CASA
Entendemos que em muitos casos o usuário de drogas ilicitas (maconha, crack, cocaína, etc.) não é um criminoso, e sim portador de uma doença, haja vista ter dificuldade em ‘abandonar’ o uso de tais tóxicos, entretando esse afrouxamento vai provocar:

(INCENTIVO AO TRÁFICO -JÁ QUE SE PODE ANDAR COM QUANTIDADE PARA 5 DIAS DE CONSUMO, OS TRAFICANTES VÃO MULTIPLICAR O Nº DE 'AVIÃOZINHOS' (garotos que fazem a entrega das drogas aos viciados, movimentando assim o ‘mercado’) ALÉM DO INCENTIVO AO CONSUMO (Já que não haverá interferência da polícia)

-CRIMINALIZAÇÃO DA HOMOFÓBIA

Primeiramente definir ‘FÓBIA’: Fóbia é literalmente ‘MEDO DE...’ ou ‘AVERSÃO À’ ocorre que as ONG’s de defesa dos GLBT (Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transexuais) alteraram o sentido da expressão ‘fóbia’, considerando ‘Fóbia’ qualquer posicionamento filósofico ou de credo religioso que seja contrário ao ‘movimento’. Assim, o novo código penal, caso aprovado, vai considerar CRIMINOSO (com possibilidade de pena de prisão e sem direito à pagamento de fiança) todo e qualquer indíviduo (leia-se Pastores e blogueiros evangélicos), que expuserem posicionamento de opinião, filósofia, credo, etc. que discorde da conduta GLBT, vale salientar que isso vai de encontro ao que discorre a Constituição de 1988, no Artigo 5º que garante ser livre a manifestação de pensamento (desde que não seja anônimo), diz ainda que ‘é livre a expressão intelectual (...) independente de censura ou licença.

(INCENTIVO À CENSURA) ENTENDA: UMA COISA É VOCÊ AGREDIR FÍSICO-VERBALMENTE UM HOMOSSEXUAL, (apelidos pejorativos, exposição ao rídiculo, como exemplo de violência verbal) OUTRA COISA É VOCÊ TER UM POSICIONAMENTO CONTRÁRIO BASEADO EM UMA FILÓSOFIA DE VIDA (no caso dos cristãos, a Bíblia Sagrada).

Sobre o assunto vejamos o que citou o Senador Cristovam Buarque (PDT/DF)

nós não podemos é pecamizar o assunto, impedindo que lideres religiosos, pessoas religiosas, digam que é pecado, isso ai eles tem direto a dizer, o que quiserem, que é pecado, não crime, nesse sentindo eu creio que nós temos que trabalhar com um Projeto de Lei que consiga deixar bem claro a diferença de que ninguém tem direito de criminalizar o homossexualismo, mas também o direito que todos podem pecamizar, se quiserem, por razões religiosas...” (Grifo meu)

 Assim sendo, oremos pela nossa nação e os governantes, sejam responsáveis na hora de eleger prefeitos e vereadores (2012) e Presidente, governador, deputados (2014)

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
Meu Perfil
BRASIL , Nordeste , Homem , de 26 a 35 anos , Portuguese , English , Música , Viagens

 
Visitante número: